Este recente duo de Guitarras, único na sua polivalência e ecletismo, constituiu-se com o objectivo de apresentar repertório de diversos idiomas musicais, desde transcrições da melhor literatura cravística barroca até à música improvisada de influência jazzística. 
A utilização da Guitarra Portuguesa é uma particularidade e uma mais-valia deste duo, trazendo este instrumento para linguagens mais inusitadas, alargando o seu espectro de influência. 
Desta forma, as suas apresentações são direccionadas a públicos heterogéneos, surgindo como como uma  excelente  oportunidade  para  a  formação/cativação  de  públicos  de  diversas  coordenadas estilísticas. As recentes apresentações no Festival da Primavera, em Viseu e no Museu de Arte Antiga, em Lisboa (ambas transmitidas e gravadas pela RDP) obtiveram sucesso assinalável. 

Duo ArtDan